Por Marina Hortélio*

O deputado federal Pastor Sargento Isidório (Avante) foi processado pela cantora Daniela Mercury por um vídeo no qual ofende a artista por ela ter defendido a realização de uma peça teatral religiosa protagonizada por uma atriz trans. O desfecho do caso se deu nesta sexta-feira (9), quando o parlamentar reconheceu seu erro e fez um acordo com a defesa de Daniela, durante audiência no Fórum Criminal de Salvador.

Para dar fim no processo, ficou acordado que o parlamentar deve pagar uma multa referente a 25% do salário de deputado por cinco meses. As duas instituições beneficiadas foram escolhidas em Mesa de audiência. São elas: o Instituto Nice de Apoio a Mulheres Travestis e Transsexuais e o Hospital Martagão Gesteira.

Ao Correio, o deputado disse que a multa é uma oportunidade de fazer o bem. “O meu salário é o povo que me dá. Até tentei botar a minha fundação para ser uma das recebedoras da multa. O que interessa é que foi para duas entidades importantes, é uma multa que deixa todo mundo alegre”, afirmou.

Isidório ainda deve retirar o vídeo com as ofensas da internet e ainda gravasse um outro registro com tempo semelhante para pedir desculpas a cantora e sua família. As imagens já foram gravada e aprovadas pelo advogado da artista, o criminalista Ricardo Sidi.

A cantora comemorou o acordo, que, para ela, é uma vitória da justiça, dos direitos humanos e da liberdade de expressão artística. “Me sinto feliz de ter sido deixado claro quem eu sou como militante de direitos humanos e como defensora da democracia. Esse pedido de desculpas me faz acreditar na manutenção dos nossos direitos constitucionais”, pontuou.

Em entrevista, o parlamentar afirmou que conheceu Daniela de perto e percebeu que havia errado. “Percebi que presencialmente ela é muito agradável. A juíza trabalhou positivamente, a maneira da doutora me fez entender que era bom fazer o acordo com a artista. O que era ruim, vai beneficiar a ação social. A gente tá morrendo e vai levar mágoa?”, ressaltou.

O Me Salte tentou contato com o Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA), mas até a publicação desta matéria não obteve retorno.

*Com orientação do chefe de reportagem e editor do Me Salte, Jorge Gauthier

9 de agosto de 2019

Daniela Mercury vence processo contra Isidório por injúria praticada em vídeo

Por Marina Hortélio* O deputado federal Pastor Sargento Isidório (Avante) foi processado pela cantora Daniela Mercury por um vídeo no qual ofende a artista por ela […]
23 de maio de 2019

Daniela Mercury comemora criminalização da homofobia no Brasil: ‘Dia lindo’

A cantora baiana Daniela Mercury comemorou a criminalização da homofobia no Brasil após votação realizada pelo STF (Supremo Tribunal Federal), nesta quinta-feira (23) à tarde. “Com o voto […]
1 de janeiro de 2019

‘Canto alegria, que é a minha revolução’, diz Daniela Mercury em show do Festival

Por Thais Borges, Victor Lahiri, Larissa Silva* e Gabriel Amorim* Daniela Mercury tem muitos sonhos. Há 20 anos, um deles se transformou no projeto Pôr do […]
27 de setembro de 2018

Daniela Mercury, por favor, não se canse e não se cale

Dani, Me permita te chamar assim. Não pelos diversos contatos que já tivemos por causa das nossas profissões, como artista e jornalista, mas pela intimidade que […]
18 de janeiro de 2018

Criador do Viajay passa a integrar time do Scruff

O aplicativo Scruff vai investir no mercado brasileiro em 2018 com um boy novo. A empresa, que conta com mais de 12 milhões de usuários no […]