120 tons de Larissinha

Os detalhes íntimos de Larissinha (foto: Gabriel Moura)

Os detalhes íntimos de Larissinha (foto: Gabriel Moura)

Parafraseando Armandinho, quando Deus desenhou Larissa ele não estava namorando, estava deslumbrado. Criou cada detalhe dela com muito esmero, dando muito enfoque na espontaneidade que nossa babynha mais querida carrega para todos os lados, quando desfila portando o seu clássico e usual tênis branco.

Larissa Silva dos Santos, Larissinha para os íntimos, carrega os sobrenomes que, além de serem iguais aos de Neymar, são os mais populares do Brasil. Aliás, o próprio nome dela foi dado porque sua mãe viu que todas as meninas estavam sendo chamadas assim e ela não queria que a filhota ficasse excluída. Contudo, Larissinha não é comum, apesar de o nome sugerir isso. Ela é extremamente diferenciada.

A começar por seu estilo, sempre usando um colete por cima da camisa, pois uma brusinha básica não a satisfaz. Além do sobrenome, Larissinha, tem outra semelhança com Neymar: o fato de cair bastante. Entretanto, ela tem um plus: além de ter um relacionamento sério com o chão, gosta de trazer outras coisas para esse romance, derrubando diversos objetos, principalmente quadros.

Às vezes os gostos fora do comum de Larissinha são legais, como colocar seu fone de ouvido para ouvir Caetano Veloso enquanto escreve e quando fica do meu lado em uma discussão. Já outras vezes é muito mau gosto mesmo, como o fato de gostar de bala de melão.

Everybody hates (mas as vezes "lova" também) Larissinha (montagem: Gabriel Moura)

Everybody hates (mas as vezes “lova” também) Larissinha (montagem: Gabriel Moura)

Larissinha, como uma professora do maternal, sempre conta para confirmar se todos os futuros estão presentes antes de sair. Aliás, os números são algo extremamente presente na vida desta baianinha, principalmente quando se refere a dinheiro. Desde os surpreendentemente exatos 4,16 desperdiçados em um brigadeiro ruim aos 120 reais mal investidos num Baile da Santinha, numa festa que, inclusive, perdeu o show de Safadão devido a seu atraso.

Entretanto, além de desastrada e desafortunada em relação questões monetárias, Larissinha é surpreendente. Em três meses vi uma menina calada e de voz tímida, mas que carregava um deslumbre no olhar, se transformar na maior faladeira que essa Rede Bahia já viu, desfilando por aí portando deslumbramento e seu vocabulário peculiar, carregado de expressões como “lebara” e “fulêro”, por toda a redação e cativando todos que têm a oportunidade de “trocar umas idéa” com esse ser diferenciado.