O álbum dos Futuros

O álbum dos Futuros

Chega a Copa do Mundo e uma febre toma conta das ruas. O álbum de figurinhas do mundial é sucesso entre as mais variadas faixas etárias. Em 2014 a história não é diferente. Como colecionador, acabei de completar o meu álbum. Depois de muitos pacotes abertos, muitas figurinhas coladas e repetidas e uma quantia considerável de dinheiro, conclui o meu objetivo. Mas qual é a relação entre colecionar as figurinhas dos jogadores que vão disputar a Copa do Mundo do Brasil e o programa Correio de Futuro?

Para começar essa comparação vamos falar de erros. O erro pode estar presente na rotina de várias profissões. O que no álbum seria uma colagem torta de uma figurinha, para nós, os futuros, pode ser um erro leve em uma de nossas produções ao longo do programa. No álbum, por exemplo, alguns colecionadores podem errar o local de uma determinada figurinha e cometer um erro grave. Colar o 43 no espaço reservado para o 50, trocar o Neymar e o Fred de posições. Neste caso, para nós, é uma matéria sair com erros consideráveis. É pecar pela preguiça e pela desatenção na produção de conteúdo.

Depois da comparação de erros vamos comparar as realizações. Acabamos de produzir o “Trabalho Com Sexo”. A sensação de dever cumprido após a confecção do produto é parecida com a o prazer de completar uma seleção do álbum. É como ganhar uma vida em jogo de video game. Assim como no produto online, ao completar uma seleção concluímos parcialmente o objetivo geral que é preencher 100% o álbum.

Nesta segunda parte do programa, estamos em processo de desenvolvimento das pautas para o produto final do Correio de Futuro. Nessa fase, (assim como no desenvolvimento das pautas para o ‘Trabalho com sexo’) estamos correndo atrás de fontes para criar um produto legal. Essa fase pode ser comparada com a troca de figurinhas. Pessoas procuram as outras para completar o álbum e nós procuramos as fontes para fechar as matérias.

Após todas estas fases, o produto impresso está saindo. Estamos completando um ciclo. Essa deve ser a sensação de quem (assim como este Futuro aqui) já completou o álbum. Este ponto ainda é imaginário, tanto para os que estão colecionando figurinhas e ainda não completaram o álbum, tanto para nós, os Futuros que ainda não fechamos o produto.

Estamos desenvolvendo as matérias para em breve completar o nosso “álbum” e assim fechar um ciclo. Ou como algumas pessoas estão fazendo nesta febre das figurinhas da Copa do Mundo de 2014, podemos comprar um novo álbum e passar por tudo isso novamente.

Álbum da Copa de 2014 / Seleção Brasileira

Álbum da Copa de 2014 / Seleção Brasileira