Comerciários Fest!!!

Comerciários Fest!!!

Nesta ultima semana de imersão, o que eu pude avaliar com muita clareza é que toda vez que a Linda Bezerra, (Editora Chefe de Produção do Correio), mandar fazer uma matéria é necessário perguntar para ela se é com muita emoção ou se é com muitaaaaaaaaaa emoção! Imaginem, que ela pediu daquele jeito “Linda” de ser para ir fazer uma matéria no Sesc Piatã em pleno dia dos comerciários e o detalhe importante que isso foi pela tarde, tipo as 15h, e quem conhece sabe qual era a situação dessa galera depois das 12h, né? O nível de teor alcoólico estava mais elevado que o dólar, mas como missão dada é missão cumprida, lá fui eu…

Quando eu cheguei vi uma multidão que dançava e bebia ao som de uma banda de pagode intitulada como “Valverde”, um sol escaldante, uma euforia, gritaria, pessoas muito alcoolizadas, mas nada disso foi pior do que a falta de comunicação entre os organizadores do evento. Genteeeee, foi muito difícil achar alguém que de fato soubesse algo de concreto, porém Deus é bom e colocou em meu caminho achar um rapaz, chamado Fabrício, (não esquecerei dessa pessoa e muito menos da atenção que me deu!), ele era coordenador da cidade de Feira de Santana, mas sabia de tudo o que acontecia naquele

resgatedaalegria

evento, ele só não sabia ou não quis responder qual era o valor total investido, mas tudo bem, fiz uma apuração daquelas, perguntei tudo, até o que não foi solicitado. Eu me empolguei e fui explorar cada espaço onde havia pessoas participando de atividades que acontecia paralelamente ao show da banda de pagode, anotei tudo, gravei as aspas e fui para redação.

Fiz o texto e mandei para o editor e pela primeira vez eu vi e sentir e na pele o quanto doí escrever duas, três laudas e serem publicadas uma, e aquele paragrafo que foi complicado pra conseguir? Aquela aspa que você só faltou vender a alma pro diabo pra ter? Pois é… Ela também foi cortada. Buá! Buá!

Mas entre os cortes e ajustes e reajustes, sugestões de títulos, minha matéria saiu. Gostei muito de ver alegria da minha mãe e amigos ao verem minha assinatura, isso me deu um gás! Imaginem que até um professor me ligou para parabenizar, foi muito massa! Ops! Eu quis dizer muito Bom!

#JornalismoSuasDoresEalegrias!