On-presso

On-presso

O ritmo acelerou. Essa semana fiquei no online, mas tive oportunidade de acompanhar o impresso também. Na segunda-feira, fui  para Candeias com a repórter Amanda Palma para apurar o caso de um taxista morto em latrocínio. Seu Domingos José foi o quarto taxista assassinado em Salvador e região este ano.

Quando chegamos a Candeias fomos direto ao local do crime que, aliás, era muito próximo da residência de Seu Domingos. Todos no bairro o conheciam e alguns vizinhos nos contaram as circunstâncias do fato. A família não quis falar. Amanda resolveu confirmar as informações com a polícia e o delegado foi muito receptivo conosco.

Uma coisa que me ocorreu nesse dia é que os motoristas, de tanto acompanhar as apurações, já adquiriram o faro jornalístico. O que estava nos acompanhando nesse caso sugeriu que fôssemos à rodoviária e acabamos por descobrir que ali era o ponto do taxista. Ouvimos histórias dos colegas de profissão de Domingos e alguns desabafos sobre a insegurança com a qual convivem. A todo momento, Amanda ligava para Kívia com atualizações para o site. Informações novas e fotos iam sendo acrescentadas assim que capturadas. A integração está acontecendo!

Na terça, fiquei na redação online pela manhã e à tarde surgiu uma pauta no Estádio “Barradão”. Era o primeiro treino do Vitória depois de vencer o Bahia no sábado. O repórter Ângelo Paz foi direto, fui só com o motorista. Passei uma tarde inteira vendo um time correr de um lado para outro no gramado até o horário da coletiva de imprensa.

Na verdade, foram duas coletivas. Uma para apresentar o treinador do time de basquete do Vitória, um novo investimento que sonha com disputas na NBB, Novo Basquete Brasil. A outra foi com o jogador Diego Renan dando suas considerações da vitória sobre o Bahia e as alterações para o próximo jogo. Foi divertido estar presente. O presidente do time é uma figuraça e não sabe colocar o celular no silencioso. HaHa

Meu desânimo acabou. Sinto que agora peguei no pesado. A apuração para o produto também se intensificou e são tantas coisas na cabeça que está difícil dar conta, mas daremos.