Aos futuros do futuro

Aos futuros do futuro

70f6ca98-9d01-4d6b-83cf-dc51b88caf94

Dizem que conselho e água só se dá a quem pede, né? Mas nós, 13ª turma do Correio de Futuro, decidimos listar algumas dicas para vocês, queridos calouros. Estejam certos que gostaríamos muito de ter recebido uma cartinha como essa logo quando entramos. Por isso, empáticos que somos, ofertamos aqui preciosos conselhos. Levem a sério as zoeiras do final também rs!

– Não se apavorem quando o cronograma do Correio de Futuro surgir na caixa de e-mails. Há uma expressão chamada “produção à vera” inserida no período de imersão que representa aquele momento em que vocês andarão com as próprias pernas e com o próprio bloquinho. Não se desesperem! As experiências em que estarão sozinhos são as mais enriquecedoras. Pode dar algo errado? Pode! Mas serve de lição também. No final dos três meses, vocês serão outras pessoas. Não tenham medo e aproveitem as oportunidades!

– A batalha de temas não é o fim dos tempos! Sabemos que pode parecer assustador pensar em um tema, montar uma apresentação completa, e ainda ter que apresentar isso para uma banca de profissionais com anos luz de jornalismo à nossa frente. Apesar do frio na barriga, vai dar tudo certo no final. As críticas são construtivas e eles estão lá para fazer acontecer o melhor produto possível. Um tema pode ser escolhido, ou não, mas com certeza vocês vão crescer no processo.

– Sempre escutem o que Bárbara e Maria têm a dizer. Os conselhos delas são tops feat. perfeitos e ajudam bastante, tanto na hora de apresentar o produto quanto na hora de fazer as reportagens.

– Apuração nunca é demais. Pesquise, ligue, pergunte, escute, duvide, procure mais. E mesmo que pareça que você tem informação demais, ou que a resposta de uma determinada fonte não seja tão boa ou relevante assim, coloque na sua matéria, pois cabe ao editor cortar o que for necessário. É sempre melhor pecar pelo excesso do que o editor te ligar na sexta-feira à noite, no desespero do fechamento da edição, pedindo para acrescentar mais informações na matéria.

– Não se apavorem com os desafios! Em geral, ficamos muito nervosos e sofrendo por antecipação com as coberturas, mas acreditem: vocês vão sobreviver a todas elas.  E vão fazer um bom trabalho, confiem.

– Tirem todas (TODAS, t-o-d-a-s) as dúvidas que tiverem na hora que assumirem uma nova pauta. Evita conflito de comunicação e sofrimento desnecessário!

– Otimizem o tempo de vocês. No momento da produção do caderno, parece que ter algumas semanas para isso é tempo de sobra, mas não é. Busquem ver tudo que vocês precisam para a reportagem (principalmente personagens e especialistas) e priorizem marcar entrevistas o quanto antes.

– Você não está sozinhx! Não é à toa que o Correio de Futuro é um projeto pensado para um grupo. Ok, vocês não precisam ser como a gente que não dava um passo nessa Rede Bahia sem estarmos juntos os oito. Mas não existe quem entenda melhor o que você está passando do que aqueles que estão nessa junto com você.

Sua turma é um apoio, não uma concorrência. Enxergue-os assim e, talvez, você aprenda com eles tanto quanto aprenderá com os jornalistas experientes que você conhecerá na redação (quem sabe até mais).

DICAS DA ZOEIRA:

– A porta de saída do restaurante abre para dentro, não empurre essa porta se não quiser provocar um estrondo.
– Cuidado com os quadros das salas de reunião da Rede Bahia!
– Não tente tirar um exemplar do Correio do porta-jornais que fica na entrada da redação. O risco de cair tudo e causar constrangimento é enorme.
– Sempre usem os R$ 20,54 do ticket do almoço. Peguem 10 reais de bala, se for preciso.
– Trabalhem a cabeça de vocês para segurar a fome à tarde. O refeitório só abre às 17h.
– No jornalismo sempre existem decisões editoriais! Falem com os ex-futuros espalhados pela redação. Há dicas que não podemos dar aqui, mas pessoalmente largamos o doce.

Ah! Como depois dessa carta esse blog vai ficar pausado por um tempo, aproveitamos para deixar aqui também um convite. O nosso produto, em que nos propusemos a olhar para o “compositor de destinos” já nasceu. Fomos publicados no dia 31 de março de 2019 e o Especial Tempo, Tempo, Tempo nos deixou com muito orgulho e cheios de histórias para contar. As postagens do blog encerram por aqui, mas o especial vocês, futuros do futuro (e os outros leitores também), podem aproveitar para ler até que chegue a sua vez de parar um tempo e pensar sobre o que vão falar.

Boa sorte e bom trabalho e uma boa leitura!
13ª Turma do Correio de Futuro