Imagine você fazer um trabalho e  ter a informação que receberá o pagamento em até 30 dias. Mas isso não acontece. Se passam cinco meses e nenhum sinal do pagamento. Essa é a situação de pelo menos 20 artistas transformistas, bailarinos e performers que foram contratados pelo Grupo Gay da Bahia (GGB) para se apresentarem na edição de 2018 da parada do Orgulho LGBT da Bahia.

Em carta-manifesto enviada ao Me Salte artistas da cena LGBTQIA+ da Bahia como Bia Mathieu, Scher Marie, Petra Perón, Rainha Loulou e Sivaldo Tavares destacam que estão sem receber os cachês mesmo após sucessivas cobranças feitas ao GGB, que organiza o evento através do presidente Marcelo Cerqueira.

“O Grupo Gay da Bahia (GGB) contratou um grupo de artistas para se apresentarem no evento da Parada LGBTQI+ de Salvador, com promessa de pagamento de R$ 600 por artista. O prazo informado para o pagamento foi entre 10 e 30 dias. Em novembro começamos as cobranças individuais ao coreógrafo. Mas a contratação, de fato foi feita por Marcelo Cerqueira, presidente do GGB. Ele nunca nos deu um posicionamento sobre o motivo do não pagamento. Ele diz que estão tem prazo, que a secretaria não repassou a verba. Quando questionamos que secretaria foi essa, ele se recusa a falar”, afirmam os artistas, em nota.

Os artistas destacam que solicitaram ao presidente do GGB um orçamento do evento. ” Ele desconversa e diz que está indo a uma reunião. Quando pensa que esquecemos manda uma mensagem dizendo que semana que vem paga, mas neste descaso, estamos há 5 meses aguardando um pagamento que foi prometido acontecer entre 10 dias e 1 mês. Ele não atende mais nossas ligações e por esse motivo decidimos tornar pública a situação”, afirmam os artistas.

O Me Salte entrou em contato com o presidente do GGB que afirmou que ‘o pagamento não foi feito ainda porque o Governo do Estado tem um débito de R$ 86 mil de patrocínio com grupo. Esse valor seria usado para pagar os cachês dos artistas’.

O Governo do Estado, por sua vez, foi procurado pela nossa reportagem através da Secretaria de Comunicação que negou que houvesse qualquer débito com o GGB através das principais secretarias ligadas a esse tipo de atividade de patrocínio.

Questionado pelo Me Salte se havia algum documento que comprovasse o débito do governo com o GGB, o presidente do GGB limitou-se a dizer que ‘o valor é fruto de um acordo verbal feito entre o GGB e a Bahiatursa às vésperas da parada’.

A Bahiatursa, por sua vez, através da assessoria de comunicação, negou que tenha feito qualquer tipo de acordo verbal com o GGB assim como destacou que o órgão do governo estadual não patrocinou a parada de 2018.

Ao ser informado da negativa, o presidente do GGB afirmou que ‘ontem protocolei ao governador uma outra alternativa em relação a essa que é um projeto também para que ocorra o pagamento’, disse Marcelo sem dar mais detalhes do projeto e de quando haverá o pagamento.

A pergunta que fica é: e agora, quem vai pagar os artistas?

 

12 de fevereiro de 2019

Polêmica: artistas cobram cachê de shows da parada LGBT ao GGB, que alega dívida com o governo; estado nega débitos 

Imagine você fazer um trabalho e  ter a informação que receberá o pagamento em até 30 dias. Mas isso não acontece. Se passam cinco meses e […]
12 de fevereiro de 2019

Conheça Romário Lins, o cabeleireiro que virou o Garoto Caras & Bocas 2019

O Espaço Cultural Caras & Bocas ficou pequeno para tanta emoção e boys bonitos neste final de semana. Na noite do último domingo (10), aconteceu a […]
12 de fevereiro de 2019

Primeira jornalista trans da TV baiana pede ajuda para voltar a trabalhar: ‘preciso de emprego’

Alana Rocha é uma vencedora (sem ser piegas nem clichê com esse termo). Foi a primeira mulher trans jornalista da Bahia a fazer reportagens na TV […]
11 de fevereiro de 2019

Jô Barros lança clipe de ‘Meu Divã’ com participação de Nininha Problemática; assista

Quem nunca fez tudo por um boy, tomou um pé na bunda e precisou sentar num divã para desabafar? Esse é o tema do single ‘Meu […]
8 de fevereiro de 2019

‘Dá vergonha pensar que as pessoas ainda se matam em nome de Deus’, diz Mariene de Castro

Mariene de Castro tem alma de artista. Desde pequena se enveredou pelo apreço com o canto e a dança. Pouca gente sabem mas ela começou sua […]
Página anterior
123456789101112131415161718192021222324252627282930313233343536373839404142434445464748495051525354555657585960616263646566676869707172737475767778798081828384858687888990919293949596979899100101102103104105106107108109110111112113114115116117118119120121122123124125126127128129130131132133134135136137138139140141142143144145146147148149150151152153154155156157158159160161162163164165166167168169170171172173174175176177178179180181182183184185186187188189190191192193194195196197198199200201202203204205206207208209210211212213214215216217218219220221222223224225226227228229230231232233234235236237238239240241242243244245246247248249250251252253254255256257258259260261262263264265266267268269270271272273274275276277278279280281282283284285286287288289290291292293294295296297298299300301302303304305306307308309310311312313314315316317318319320321322323324325326327328329330331332333334335336337338339340341342343344345346347348349350351352353354355356357358359360361362363364365366367368369370371372373374375376377378379380381382383384385386387388389390391392393394395396397398399400401402403404405406407408409410411412413414415416417418419420421422423424425426427428429430431432433434435436437438439440441442443444445446447448449450451452453454455456457458459460461462463464465466467468469470471472473474475476477478479480481482483484485486487488489490491492493494495496497498499500501502503504505506507508509510511512513514515516517518519520521522523524525526527528529530531532533534535536537538539540541542543544545546547548549550551552553554555556557558559560561562563564565566567568569570571572573574575576577578579580581582583584585586587588589590591592593
Próxima Página