Um Museu para o ‘Nego Dito Beleleu’ Itamar Itamar Assumpção

Um Museu para o ‘Nego Dito Beleleu’ Itamar Itamar Assumpção

Amanhã, quando se comemora o Dia da Consciência Negra, será inaugurado um museu virtual sobre a obra, vida e trajetória de Itamar Assumpção ( 1949 – 2003). Cantor, compositor, escritor, instrumentista, ator e produtor, ele é considerado um dos principais nomes da música independente e da chamada Vanguarda Paulista,  ao lado de Arrigo Barnabé, Premê (Premeditando o Breque), Grupo Rumo, Língua de Trapo, Isca de Polícia e Pracianos. Juntos,  lideraram o movimento que, entre os anos de 1979 e 1985, dominou a capita paulista e foi referência para a cultura popular brasileira.
O Museu Itamar Assumpção – MU.ITA  (www.itamarassumpcao.com.br), que neste primeiro momento será totalmente virtual, tem direção geral de  Anelis Assumpção, filha de Itamar,  e curadoria coletiva de Anelis, Frederico Teixeira, Rosa Couto e Ana Maria Gonçalves. O espaço  vai contar com exposição permanente sobre Itamar, acervo com mais de 2 mil  itens, exposições de curta duração e uma sala em homenagem a Serena Assumpção. Um show gratuito e online hoje, às 21 h, marca a abertura.
Foto: Jorge Cardoso