Fotógrafo baiano aposta em máscaras e bordados com temática africana

Fotógrafo baiano aposta em máscaras e bordados com temática africana

O fotógrafo e microempreendedor baiano Lucas Felipe  aproveitou o período da pandemia para divulgar e firmar a cultura africana presente na sua vida e ter uma nova opção de renda “Bordar é dar vida ao pano. Cada traço uma história e uma memória ancestral”.

Há pouco mais de três meses, o fotógrafo viu seus trabalhos estacionados e sem solução para obter uma outra renda em tempos de pandemia. Foi aí então que resolveu colocar em prática toda experiência que havia adquirido através de um curso de bordados Barafunda. Unindo o útil ao belo, ele desenvolveu e criou a primeira máscara com o enfeite dos bordados do Brasil e iniciou um processo de resgate de cultura ancestral africana unindo o cuidado e a proteção com as pessoas.

A Pilão Bordados aceita encomendas, máscaras e outros tipos de confecções estão à venda on-line através do Instagram @pilaobordados, do email pilaobordados@gmail.com e do número 71 99346-5904 .