Robbie-Williams-naked-with-a-cake-on-Instagram (2)
Robbie Williams posta foto pelado para divulgar livro; veja
20 de novembro de 2017
csm_08112017NR1714_b968bbc006 (1)
Saiu! Anitta lança clipe oficial de Downtown com JBalvin; assista
20 de novembro de 2017

Após polêmica com ministra, Daniela Mercury não canta trecho que homenageia Louislinda Valois durante parada LGBT

daniela mercuryx

“Luz linda Valois/ Desembargadora negra”. O trecho da canção Rainha Má, de Daniela Mercury, que fala de mulheres empoderadas e homenageia a atual ministra dos Direitos Humanos, Louislinda Valois, não foi cantado neste domingo (19) pela cantora baiana durante sua apresentação na parada LGBTI do Rio de Janeiro, em Copacabana. Cerca de 800 mil pessoas participaram da parada.

O Me Salte procurou a cantora, mas até o momento não tivemos retorno sobre o motivo da omissão do trecho da música. A decisão de Daniela – que é bem dirigida e não deixa pontos sem nós nos seus shows – acontece dias depois do nome da ministra ser envolvido em uma grande polêmica. O silêncio às vezes vale mais do que mil palavras !

No início deste mês, a ministra baiana Luislinda Valois, dos Direitos Humanos, fez um pedido ao governo Michel Temer para poder acumular o salário com o benefício que recebe como desembargadora aposentada, o que faria com que recebesse R$ 61,4 mil brutos, valor acima do teto constitucional.

Ministra-dos-Direitos-Humanos

Pelo teto, ela só pode ficar com R$ 33,7 mil destas rendas. Em seu argumento de 207 páginas, a ministra afirma que a situação “se assemelha ao trabalho escravo, o que também é rejeitado, peremptoriamente, pela legislação brasileira desde os idos de 1888 com a Lei da Abolição da Escravatura”.

Depois da polêmica, a ministra retirou o pedido. “Considerando o documento sobre a situação remuneratória da ministra Luislinda Valois, o Ministério informa que já foi formulado um requerimento de desistência e arquivamento da solicitação”, informou nota divulgada pela assessoria do Ministério dos Direitos Humanos.

Só para lembrar a canção>>>

Jorge Gauthier
Jorge Gauthier
Jornalista, adora Beyoncé e não abre mão de uma boa fechação! mesalte@redebahahia.com.br

2 Comentários

  1. Jorge Fernando disse:

    O Brasil está idêntico a Sodoma e Gomorra um povo nojento, prostituído onde o que rola na mídia é só parada gay e companhia. Eu nunca vi um país tão aviadado como esse. É viado e sapatão que só a desgraça. Parece que queimar a rosca é o prazer do Brasil.

  2. Lago disse:

    Caro Jorge Fernando, se você compara a felicidade dos LGBTs ao estado de Sodoma e Gomorra, acredito que os ativistas e a população que acredita no amor e na diversidade está no caminho certo na busca por essa felicidade, amor e paz. Se está reclamando desse país tão “aviadado”, que o nosso país se torne um país muito mais “aviadado”, sendo um sinônimo de orgulho pela diversidade humana. Gostaria de te lembrar duas coisas: mulheres “queimam” roscas, assim como homens, sejam eles e elas hétero ou homossexuais, e se eles e elas fazem isso, não é um problema seu.. a não ser que você goste, o que também não é um problema. E se você se importa com a intimidade alheia, repito o que o grande médico Drauzio Varella disse: “Que diferença faz para você? Se faz diferença, procura um psiquiatra. Você não tá legal.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *