Uma justa homenagem para as Baianas do Acarajé

Uma justa homenagem para as Baianas do Acarajé

 “Histórias, Memórias e Acervos do Memorial das Baianas de Acarajé”, é o nome do Projeto inédito de salvaguarda do ofício das Baianas de Acarajé. Em formato hibrido (online e presencial), a ação cultural tem como objetivo a reflexão sobre a preservação do ofício das Baianas de Acarajé, seus saberes e fazeres como Patrimônio Cultural Imaterial, abrangendo as múltiplas linguagens culturais, respeitando todos os protocolos de segurança determinados pelos órgãos competentes, o projeto entregará à sociedade produtos e serviços atemporais que valorizam a importância do oficio das Baianas. A saber:

1.        Criação de um Museu Digital com registros documental e iconográfico sobre o ofício das baianas, seu legado ancestral e histórico, trajetória das Baianas e catalogação do acervo pertencente à Associação Nacional das Baianas de Acarajé;

2.        Edição do Livro “Tradição Oficio e Práticas cotidianas das Baianas de Acaraje”, em formato digital (e-book) com base na tese de Mestrado da pesquisadora Vanessa Castaneda NYU (2014);

3.        Produção de um documentário historiográfico intitulado “Do Dendê ao Acarajé”. A narrativa do curta-metragem debruçará sobre a cadeia produtiva do azeite de dendê e sua relação direta com a produção de acarajé;

4.        Disponibilização de lives gratuitas e educativas, no youtube, para baianas de acarajé e interessados nos diversos temas abordados por especialistas e consultores das áreas de empreendedorismo cultural: logística, patrimônio imaterial, atendimento ao cliente, gastronomia, empoderamento feminino e associativismo;

5.        Campanha no instagram oficial do projetoe grupos de whatssap, visando ações para proteger o patrimônio, em especial o patrimônio imaterial do Memorial das Baianas de Acarajé;

6.      Realização do Curso “Reprodução dos Saberes, Fazeres e Identidade” voltado exclusivamente para Baianas de Acarajé devidamente cadastradas na Associação Nacional das Baianas de Acarajé – ABAM, em 8 Territórios e 15 municípios da Bahia, são eles:

        Região Metropolitana: Abrantes, Candeias, Dias D’Ávila, Lauro de Freitas, Madre de Deus, São Francisco do Conde e Vera Cruz;

       Recôncavo: Nazaré das Farinhas, Santo Antônio de Jesus, Cruz das Almas;

       Costa do Descobrimento: Porto Seguro;

       Portal do Sertão: Feira de Santana;

       Litoral Norte e Agreste Baiano: Alagoinhas;

      Sertão do São Francisco: Juazeiro;

      Vale do Jequiriça: Jaguaquara;

     Baixo Sul: Valença.

 Todas as atividades do projeto já estão em execução, podem ser acompanhadas em nosso perfil no instagram @oficiodasbaianasdeacaraje e serão disponibilizadas integralmente no Museu Digital Baianas de Acarajé no dia 30/03/2021.

Foto.VanessaCastaneda