Talk Show de estilo

Talk Show de estilo

 

O RP e Consultor de Imagem Marcos Preto, pelo segundo ano consecutivo,  assina um dos conteúdos masculinos da semana de moda que acontece no Barra Fashion. O evento acontece nesta quarta-feira (110 às 16h. Marcos Preto abordará as maxi-tendências do verão, marcada pelo movimento da nova masculinidade, e contará com convidados especiais para cada aspecto.

O mercado da música e movimentos culturais serão esclarecidos por Diogo Cunha, publicitário e um dos maiores agitadores da música da Bahia, tendo sido, inclusive, empresário e responsável por um dos  registros  visuais  em DVD, do pai do axé.
Já a música dos artistas usados como referência será exaltada com interpretações memoráveis de um dos expoentes do axé: Edu Casanova. Cantor e compositor de grandes sucessos do gênero, Edu interpretará, ao vivo, acompanhado de seu piano eletrônico, releituras das músicas desses personagens.

A segunda parte do “Talk”, abordará um dos temas mais importantes para a sociedade atual, a masculinidade tóxica. A convidada de honra do evento, Julieta Palmeira, Secretária Estadual de Políticas para as Mulheres, tratará do tema, tendo como base o portal Masculinidade Nova, criado para fortalecer o projeto Respeita as Minas. Na apresentação, a secretária abordará temas como o padrão masculinidade que resulta de uma construção cultural repressiva e nociva, que afeta não somente as mulheres, mas, paradoxalmente, também os próprios homens, tendo como cenário o carnaval.

São 35 anos de Axé Music, evidenciando-se sempre a beleza e as tendências usadas pelas divas do ritmo. Porém, em 2020, o comportamento do homem do Axé, as passarelas internacionais e as campanhas de conscientização mudaram e atribuíram, para felicidade de homens que não podiam chorar ou usar rosa, um homem moderno.

“Precisamos discutir sobre masculinidades tóxicas e esclarecer mais sobre as relações violentas e opressivas de gênero. A moda está fazendo o seu papel e o Barra Fashion utilizará de maneira lúdica o tema, liberando homens e mulheres da manutenção da imagem idealizada que só nos prejudica”, afirma Marcos Preto, utilizando como base o texto esclarecedor da Socióloga e assessora técnica da SPM-BA, Maria de Lourdes Schefler.