Lelo Lobão deixa o Chiclete com Banana e toca seu projeto Baianeiros em Minas.

Lelo Lobão deixa o Chiclete com Banana e toca seu projeto Baianeiros em Minas.

De Belo Horizonte a assessora Karina Vianello manda noticias  sobre Lelo Lobão, baixista do Chiclete com Banana  há 17 anos, que deixa a banda baiana, e segue com o projeto Baianeiros em Minas.

“Pela primeira vez, Lelo não estará no carnaval de Salvador para subir no trio elétrico do Bloco Baianeiros no carnaval de BH, trazendo toda a sua essência baiana, e o axé para Minas.

Baianeiros é nada mais que um encontro de dois amigos, um mineiro e outro baiano. Lelo Lobão, ( baixista da banda Chiclete com Banana há 17 anos) conhecido do grande público associou-se  ao mineirinho, o cantor Danniel Maestri.  Foi por meio de suas experiências musicais e paixões em comum pelo axé e o carnaval Baiano que resolveram fundar o ‘Bloco Baianeiros’. Os dois amigos se conheceram através da música, e hoje são vizinho na capital mineira.

 

Baianeiros surgiu depois de um estrondoso sucesso do ‘Bloco Baianeiros’ no carnaval de Belo Horizonte. O Bloco arrastou uma multidão no carnaval de 2017, mais de 100 mil pessoas “brincaram” atrás do trio elétrico. Mesmo sem o Lelo presente no ano passado. O Bloco que começou no carnaval de 2015, sem pretensões, hoje é referencia de folia e axé em Minas.

No dias 11, domingo, e 13, terça, o Bloco Baianeiros, desfila nos bairros Castelo e Buritis em BH, a partir das 12h, puxando o trio elétrico com muito axé!

Já no dia 18, domingo, tem a Saideira do Carnaval, com Bloco Baianeiros e  convidados,  arrastando os foliões atrás do trio elétrico na Lagoa Da Pampulha, em um cenário lindo da capital mineira.

Os Baianeiros fazem em média 20 shows ao mês, em Minas, São Paulo e Brasília.

 

Foto do Baianeiro: Gustavo Belém