gatos

 

Pela primeira vez, a Mundo Pet receberá uma mostra de gatos, que acontecerá neste sábado (10), das 9h às 15h. Em parceria com a GatoGrupo e Premier, o evento vai trazer sete raças diferentes dos felinos – American Curl, Exótico, Maine Coon, Persa, Ragdoll, Norueguês da Floresta e Bengal -, além dos queridinhos SRD – Sem Raça Definida – para apreciação do público. Eles ficarão em exposição na loja e poderão interagir com os visitantes. A GatoGrupo é filiada à Fife, primeira e maior federação internacional de criadores de gatos no Brasil. Para quem ama e possui gatos, a loja conta com uma área reservada aos felinos com opções de roupas, acessórios, rações, brinquedos, medicações e serviços de banho e tosa.

Já no domingo (11), a Mundo Pet irá receber o I Encontro de cães da raça Poodle, das 10h às 14h, e na sequência acontecerá o arraiá junino da Família Puglândia – com cães da raça Pug – com direito a irem fantasiados a caráter no clima de São João. O objetivo desses encontros é socializar famílias e cãezinhos, além de trocar experiências. Será aberto ao público, que poderá levar também seus pets para participarem das ações.

Encontros desse tipo não são novidade na loja, a exemplo da reunião de Dachshunds (salsichas) e de Bulldog Inglês. Além disso, quem passa pelo local no fim de semana sempre encontra uma opção diferenciada de lazer. Exposição de peixes bettas, curso gratuito de adestramento canino, feiras de adoção de animais e até desfile de fantasias já movimentaram a Mundo Pet, que pretende promover ainda mais momentos como estes. “Gostamos de enfatizar que mais do que uma loja, a Mundo Pet é um lugar que proporciona momentos felizes para a família, animais e amigos”, afirmou um dos sócios da loja, Luis André Bastos.

Mundo Pet
Localizada na Av. Juracy Magalhães, no Rio Vermelho, a Mundo Pet oferece uma experiência diferenciada para os pets e seus donos, reunindo em um só lugar serviços como clínica veterinária 24h, centro de adoção, exposição de filhotes de cães, gatos, roedores, peixes, pássaros e exóticos, adestramento, vacinas, internamento e hidratação. Um verdadeiro espaço de serviço, lazer e entretenimento para toda a família.

 

Serviço

O quê? Mostra de Gatos, encontro da Família Puglândia e Arraiá da Família Puglância
Quando? Sábado (10) e domingo (11), a partir das 9h
Onde? Loja Mundo Pet, Av. Juracy Magalhães, 1160 – Rio Vermelho l Salvador (BA)
Quanto? Entrada gratuita

Horário de funcionamento da loja: de segunda a sábado, das 8h às 21h. Aos domingos, das 9h às 18h.

Telefone: 71 3443-0303
Site: http://www.mundopetbrasil.com/

Comments No Comments »

Com o objetivo de arrecadar 500kg de ração para ajudar o Instituto Patruska Barreiro, será realizado no próximo dia 11 de junho, das 14h às 18h, o maior arraiá canino da história: É o Arraiá Amigos da Pucca (@amigos_da_Pucca). O evento será realizado no Shopping da Bahia (@shoppingdabahiaoficial). Durante o evento, haverá ações diversas, como aplicação de carrapaticida e vermifugação, brincadeiras, desfile de fantasia e muitos brindes. Para participar das brincadeiras e sorteios é preciso doar 1kg de ração que será destinado a animais resgatados e vítimas de crueldade.

ce258f70-c7fe-4fbb-a596-a086ef395a48

Comments No Comments »

No sábado e domingo, Salvador sediará o maior encontro felino do Norte e Nordeste do Brasil. A realização – da PremieR pet e do GatoGrupo da Bahia – reunirá  120 bichanos de 12 raças diferentes, além de gatos para adoção, nos dias 6 e 7 de maio, no Hotel Sol Bahia, em Salvador.
A entrada é gratuita e os visitantes poderão ver de perto uma grande variedade de gatos, conversar com criadores, trocar experiências e obter dicas de cuidados com os bichanos. Veterinários da PremieR pet especialistas em nutrição de alta qualidade estarão no local para tirar dúvidas do público. A marca é eleita pelos melhores criadores e aqueles que desejam oferecer os melhores alimentos para seus pets.
10
“Realizamos este evento há três anos consecutivos e ficamos orgulhosos de ver que ele se consolidou como referência na região, abrindo espaço para uma grande confraternização dos apaixonados por gatos”, afirma Madalena Spinazzola, diretora de planejamento estratégico e marketing corporativo da PremieR pet.

Enquanto o público se diverte e aprende mais sobre os gatos, haverá um concurso de beleza felina. Segundo Rodrigo Araújo, presidente do GatoGrupo da Bahia, juízes internacionais da Argentina, Itália e França irão avaliar os animais de acordo com categorias que consideram raça, faixa etária e se baseiam nos critérios da FIFe – Fédération Internationale Féline. “No final, serão eleitos os melhores exemplares e um best over all (melhor de todos) de cada dia. Os campeões acumulam pontos para suas posições no ranking nacional”, explica.

Araújo destaca a participação de algumas raças ainda pouco conhecidas pelos brasileiros, como o Sphynx (gato sem pelo), o American Curl (com suas orelhinhas curvadas), o verdadeiro gato Siamês (com sua aparência esbelta e elegante), o Bengal (com pelagem tigrada e aparência selvagem), o Exótico (de aspecto robusto e rosto arredondado) e o Maine Coon (mais conhecido como gato gigante), Norueguês da Floresta (também um gato grande e belo, de pelagem longa e espessa) e Ragdoll (de temperamento dócil e pelagem macia, que lembra de um coelho).

Mas não são apenas os animais de raça que participam do evento, os SRD – sem raça definida (popularmente conhecidos como “vira-latas”) também têm espaço garantido no concurso. Além disso, uma das mais importantes organizações de proteção animal da Bahia, o Instituto Patruska Barreiro, estará presente com cerca de 20 gatinhos para adoção e a missão de encontrar um lar amoroso para eles!

Serviço:
Evento do GatoGrupo da Bahia
Patrocínio: PremieR pet
Data:  6 e 7 de maio de 2017
Horário: das 10h às 17h
Local: Hotel Sol Bahia
Endereço: R. Manoel Antônio Galvão, 1075 – Patamares – Salvador
Entrada gratuita para visitantes
Não é permitida a entrada de animais que não estejam inscritos no evento.
Mais informações:  www.gatogrupo.com.br

Comments No Comments »

Você já pensou em juntar DJs, palhaços, um grupo de capoeira, o Conselho Jedi Bahia e diversas outras empresas num grande aniversário de cachorro para ajudar outros animais? Pois as cachorreiras Cátia Oliveira, dona do cão Rudá, Manuela Janzen, dona de Agnela, e Nelci Gomes, dona da cadelinha Mila, tiveram essa ideia. Elas estarão neste sábado, dia 6 de maio, a partir das 16h, na Praça Ana Lúcia Magalhães, na Pituba, em Salvador, organizando o Big Niver.

O Big Niver da Cachorrada irá comemorar o aniversário dos três cãezinhos, que só querem uma coisa como presente: doações de ração, areia para gatos ou carrapaticida Nexgard, que serão destinados aos cuidados dos mais de 400 cães e gatos tutelados pela Associação Brasileira Protetora dos Animais – Seção Bahia (ABPA-BA). “Sempre amei animais e, em todo aniversário de Rudá, reúno os aumiguinhos para arrecadar doações para o Abrigo”, contou Cátia.

Big Niver ABPA-BA 01

Qualquer pessoa pode comparecer ao evento, com ou sem um animalzinho, e fazer sua doação. Fantasias são bem-vindas e vão abrilhantar ainda mais a festa! Haverá ainda sorteios e distribuição de brindes. Como todo aniversário, não pode faltar o bolo, feito especialmente para os pets! Haverá também venda de quitutes, doces, salgados e bebidas para os humanos, em que toda a renda arrecadada será destinada à manutenção da ONG. A festa é da cachorrada, mas a diversão está garantida para toda a família!

A Associação Brasileira Protetora dos Animais – Seção Bahia (ABPA-BA) é uma organização sem fins lucrativos que cuida e encaminha para adoção responsável, apenas com trabalho voluntário e doações, mais de 400 cães e gatos que já foram vítimas de maus tratos ou abandono em Salvador/BA.

Big Niver ABPA-BA 05 (1)

Serviço

BIG NIVER DA CACHORRADA

Quando: Sábado, 06/05/2017

Horário: A partir das 16h

Onde: Praça Ana Lúcia Magalhães (final de linha da Pituba-Itaigara, próximo ao fundo do colégio militar, no quiosque em frente a farmácia Pague Menos).

Comments No Comments »

Com o objetivo de reunir os amantes de Pugs,  a Mundo Pet sediará no sábado (15), a partir das 15h, um encontro da “Família Puglândia”. Quem não tem pug, mas ama animais, também poderá participar do evento, cujo objetivo é a integração e a troca de experiências. Para Isabel Cardoso, uma das integrantes do grupo “Família Puglândia” e criadora especializada de pugs, tudo é motivo para o grupo celebrar e estar junto. Normalmente os encontros são temáticos, mas na ocasião da megastore será diferente. “Será um momento de confraternização e também de boas-vindas aos que querem se juntar à nossa família”, explicou Isabel.

Encontros desse tipo não são novidade na loja, a exemplo da reunião de Dachshunds (salsichas), realizada no mês de março. Além disso, quem passa pelo local no fim de semana sempre encontra uma opção diferenciada de lazer. Exposição de peixes bettas, curso gratuito de adestramento canino, feiras de adoção de animais e até desfile de fantasias já movimentaram a Mundo Pet, que pretende promover ainda mais momentos como estes. “Gostamos de enfatizar que mais do que uma loja, a Mundo Pet é um lugar que proporciona momentos felizes para a família, animais e amigos”, afirmou Luis André Bastos, um dos sócios da loja.

Família Puglândia

O grupo foi criado há dois anos por pessoas que tinham algo em comum: o amor aos Pugs. O objetivo é socializar famílias e cãezinhos, além de trocar experiências. Os quase 200 integrantes da “Família Puglândia” se encontram sempre que possível para comemorar aniversários e até casamentos, mas os maiores eventos são os de São João e de Natal, que chegam a reunir cerca de 120 cachorros.

Sad-pug

Serviço

O quê? Encontro da Família Puglândia Quando? Sábado, 15 de abril, a partir das 15h Onde? Loja Mundo Pet, Av. Juracy Magalhães, 1160 – Rio Vermelho l Salvador (BA) Quanto? Entrada gratuita

Horário de funcionamento da loja: de segunda a sábado, das 8h às 21h. Aos domingos, das 9h às 18h.

Telefone: 71 3443-0303 Site: http://www.mundopetbrasil.com/

Comments No Comments »

A Páscoa está chegando e, nessa época, aumenta o consumo de doces e chocolates pelos humanos e a tentação de partilhar as delícias com os pets. No entanto, mais que o risco da obesidade e diabetes, a oferta de doces, especialmente o chocolate, implica na possibilidade de intoxicar e provocar problemas graves nos peludos.

O médico veterinário da Total Alimentos, Marcello Machado esclarece que o açúcar pode trazer inúmeros problemas, principalmente obesidade e a rejeição futura de alimentos adequados para a saúde do animal. Segundo o veterinário, os tutores não devem oferecer doces em barras, sejam caseiros ou industrializados, e, principalmente, chocolates! “O chocolate é tóxico para cães e também gatos. A substância chamada teobromina, presente no cacau, pode causar intoxicações, vômitos e diarreia”, afirma.

Com uma postura parecida, a médica veterinária e Coordenado da Comunicação Científica da Equilíbrio, Bárbara Benitez, os gatos não se interessam por doces. Na verdade, a preferência do gato é o sabor da proteína animal. “Os gatos, apesar de terem sido domesticados, continuam sendo carnívoros restritos e não consumem doces porque, na verdade, não têm capacidade de sentir esse sabor”, afirma.

De acordo com a revista Scientific American a causa é um gene.  Os felinos, inclusive leões e tigres, não têm uma parte do DNA que existe no gene Tas1r2, o qual é responsável por gerar proteínas que formam os receptores de doces (localizados na língua dos gatos). Por isso, os felinos são percebem o sabor doce como humanos e outros mamíferos.

“Os tutores sabem que o olfato e tato de seus gatos são mais apurados, mas talvez não saibam que o paladar dos bichanos seja mais restrito. Saber disso, ajuda até no manejo alimentar: o tutor deve oferecer alimentos elaborados com fontes de proteínas de origem animal, e sempre prefira oferecer alimentos sempre à base de proteína animal e sempre evite doces, que podem causar obesidade e diabetes”, explica Bárbara.

Mas os cães podem consumir doce?  Sim, mas desde que seja de uma fonte natural. “Se o tutor pretende oferecer sabores adocicados para os cães, pode optar por frutas, como mamão e maçã, e vegetais como, cenoura e batata-doce.  Esses ingredientes, inclusive, já fazem parte da composição de algumas rações, que já contêm a quantidade balanceada desses ingredientes”, explica Machado. Ele lembra que os cães possuem menos papilas gustativas do que ser humano. Então, seu melhor amigo, não sente com tanta intensidade os sabores “O homem tem 9 mil papilas gustativas, enquanto os cães têm, aproximadamente, 1706 apenas”, finaliza o veterinário.

cão chocolate

Comments No Comments »

Destruição do ambiente e de objetos, latidos excessivos, automutilação, ansiedade por separação e ingestão de fezes (coprofagia) podem ser sintomas de que o pet está sendo pouco ou mal estimulado, resultando em cães estressados e infelizes. Para estimular seu pet, a sugestão da Pet Games é a Caveirinha, cuja simbologia remete a Sabedoria, a Eternidade e a Igualdade que deve existir entre os seres humanos. O “art toy” para pets está disponível em duas versões e nos tamanhos P, M e G. Em Nylon, lembra mais um osso que uma bola, indicada aos cães super destruidores, um produto ultra resistente na cor gelo, permite roer um produto seguro, durável, que auxilia na profilaxia bucal e estimula a procura por alimentos. Em Soft, lembra mais uma bola que um osso, indicada aos mordedores moderados, estimula a caça por diversão e a procura por comida, disponível nas cores roxa e cinza. As duas versões possuem compartimentos para pequenos petiscos. A versão em Nylon é ultra resistente e possui um barulho bem característico e estimulante em contato com superfícies duras. Já a versão Soft possui um pulo imprevisível e flutua na água. Para incentivar mais a brincadeira, é possível introduzir petiscos secos e/ou ração nos compartimentos indicados. O pet procurará maneiras de retirar os alimentos de dentro do brinquedo e automaticamente minimizará o sedentarismo e stress.“É um recurso simples, prático e saudável para proporcionar bem-estar- físico e mental, minimizando vários problemas de saúde”, explica Dalton Ishikawa, veterinário da Pet Games.

caveirinha mundo pet

Comments No Comments »

Seu gatinho tem ficado muito quieto, com pouco apetite, bebendo mais água que o normal, urinando muito, vomitando e desidratado. Atenção. Esses são os principais sintomas da Doença Renal Crônica (DRC). O problema costuma ameaçar cerca de 60% dos felinos e  está entre as doenças degenerativas e progressivas que mais os afetam os felinos. De acordo com a veterinária da Equilíbrio e Coordenadora da Comunicação Científica da Total Alimentos, Bárbara Benitez, assim como nos humanos, a doença pode ser silenciosa e os sintomas podem aparecer quando o problema já está em fase avançada. “Na maioria das vezes quando diagnosticada, 75% dos rins já estão comprometidos e, sem tratamento, o animal pode morrer, especialmente quando permanece  por um período extenso de 3 meses ou mais”, explica a médica .

Por isso, é tão importante conscientizar os donos de felinos sobre a importância do diagnóstico precoce da DRC e do acompanhamento periódico do veterinário, dessa forma pode-se evitar a evolução da doença e o sofrimento do animal.

Como prevenir a evolução da doença?

Acompanhamento periodicamente ao veterinário
Exames clínicos e anamnese por meio de exames laboratoriais e histórico do paciente

Principais exames

Escore da Condição Corporal (ECC): avaliação das reservas corporais do animal que reflete o quanto ele está magro ou gordo
Exame do sistema cardiovascular
Palpação renal
Estado de hidratação
Exame da cavidade oral
Temperatura corporal e mensuração da pressão arterial
Cultura bacteriana da urina
Hemograma completo
Diagnóstico da imagem bioquímica
Relação proteína-creatinina urinária

Observe seu gato

O felino pode estar sofrendo da DRC quando:

O animal fica sem ânimo
Volume da urina aumenta
O apetite do gato diminui
A frequência de vômitos e enjoos aumentam
O comportamento habitual do felino altera

gato água

Comments No Comments »

A loja Mundo Pet ( Av. Juracy Magalhães, no Rio Vermelho) recebe de sexta a domingo(31 de março a 02 de abril)a exposição Bahia Bettas Show, segunda etapa do Nordbettas, circuito Norte-Nordeste de peixes bettas de linhagem. A iniciativa inédita em Salvador contará com mais de 200 animais da espécie ornamental Betta Splendens serão exibidos e avaliados em mais de 100 categorias. Ao final, os melhores criadores serão premiados.

Critérios como cores, formatos e nadadeiras serão levados em conta na hora da premiação. Ao todo, concorrem 21 criadores de sete estados do Nordeste: Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. Todos os inscritos ganharão medalhas de participação, mas os primeiros, segundos e terceiros colocados em cada categoria também receberão rosetas. Já os melhores na premiação ‘geral’ levarão um troféu para casa.

A primeira etapa do circuito aconteceu em janeiro, na cidade de Aracaju, Sergipe, e a terceira será provavelmente em Recife, Pernambuco, com data a confirmar. As etapas seguintes serão divulgadas em breve. Apesar da fama de ‘brigão’, o betta é resistente, fácil de cuidar e considerado um dos mais bonitos de água doce, o que explica o encantamento ao redor do peixinho. A criação da espécie é uma prática em ascensão no Brasil e recebe o apoio do Mundo Pet. Para Luis André Bastos, um dos sócios da loja, é importante diversificar as ações no local para abranger diversos públicos. “Também é nosso papel, enquanto segmento pet, mostrar novas possibilidades e curiosidades a respeito de outros animais de estimação, pois muitas pessoas não têm espaço ou tempo para acomodar animais maiores e mais dependentes do ser humano”, disse Bastos.

Confira abaixo a programação completa:

 

Sexta-feira (31)

9h – Aclimatação e soltura dos bettas

13h – Abertura oficial do evento

17h – Sorteio de brindes

20h30 – Encerramento

 

Sábado (01)

9h – Início do julgamento

13h – Abertura da exposição para o público

17h – Sorteio de brindes

20h30 – Encerramento

 

Domingo (02)

9h – Abertura da exposição para o público

10h – Sorteio de brindes

12h – Cerimônia de premiação

13h – Encerramento do evento

13h10 – Retirada dos bettas pelos respectivos criadores

Serviço

O quê: Bahia Bettas Show
Quando: De sexta a domingo, 31 de março a 2 de abril

 

 

Peixes betta

Comments No Comments »

catarata em pets

Os cães têm a capacidade de enxergar cerca de 10 vezes mais em comparação aos seres humanos, e a maioria das raças pode ver em um ângulo de 250 graus.  Mas esse excelente poder de visão não está imune às doenças oculares. Catarata, ceratite e glaucoma são os principais problemas que podem afetar gravemente o animal, levando, inclusive, à cegueira.

 

A catarata é a opacificação, ou seja, o esbranquiçamento do olho do animal e ocorre quando há o envelhecimento do cristalino. Já o glaucoma ocorre quando os fluídos do olho não circulam ou não são drenados corretamente, se acumulando e causando uma forte pressão dentro do globo ocular. A ceratite, por sua vez, é conhecida como inflamação da córnea. “Quando o animal apresenta uma doença ocular, ele passa a ter sintomas como vermelhidão dos olhos devido à inflamação, secreções, lacrimejamento constante e opacificidade da córnea”, explica Amanda Cologneze, veterinária responsável técnica do laboratório Mundo Animal. “Quando o dono notar qualquer um desses sintomas, ele deve levar o animal imediatamente a um veterinário”, completa.

 

Ainda segundo Amanda, não existe uma idade exata que favoreça o aparecimento dessas doenças oculares. “A doença pode ser congênita e a propensão depende mais da raça do animal do que de sua idade”, explica. Entre as raças mais propensas estão poodle, schnauzer, cocker e as braquicefálicas (que têm o focinho achatado).

 

Tratamento

Para cada doença ocular há um tratamento específico. Se o cão apresenta ceratite, deve ser descoberta a causa da irritação. Após a avaliação da causa primária, o animal pode ser tratado com antibióticos ou antiinflamatorios, podendo ser necessária a cirurgia.

 

Se o cão apresenta catarata, a única forma de tratamento é por meio de intervenção cirúrgica. Já em casos de glaucoma, são indicados colírios específicos que podem diminuir a pressão dos olhos.

 

Quando o animal não é submetido a nenhum tipo de prevenção ou tratamento quando a doença já está instalada, as chances de perder a visão serão maiores. “Se realizada a prevenção e acompanhamento no veterinário com o devido tratamento, algumas doenças são reversíveis e outras podem ter seu quadro estagnado ou atrasado, promovendo o bem-estar do animal”, alerta Amanda.

 

Comments No Comments »


Warning: readfile(../ga.txt): failed to open stream: No such file or directory in /home/correiodb/correio24horas.com.br/blogs/bichos/wp-content/themes/mandigo/footer.php on line 356