Archive for February, 2019

O Governo da Bahia lançou edital do concurso público para auditor fiscal do Estado, com a oferta de 60 vagas. Podem se inscrever profissionais com formação superior em Administração, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia, Informática, Sistemas de Informação, Ciência da Computação ou Processamento de Dados – desde que as graduações possuam reconhecimento do Ministério da Educação (MEC).

As inscrições começam no dia 11 de março e seguem até 5 de abril. Elas devem ser feitas exclusivamente no site da Fundação Carlos Chagas (FCC). A taxa custa R$ 170. Das 60 vagas ofertadas, 24 são para a área de Administração, Finanças e Controle Interno; 17 para Tecnologia da Informação; e 19 para Administração Tributária.

A remuneração para a classe inicial do cargo de auditor fiscal é composta de uma parte fixa, correspondente ao vencimento básico, no valor de R$ 1.970,72 e de uma parte variável correspondente à Gratificação de Atividade Fiscal no valor de R$ 1.970,72 a R$ 9.459,45, que poderá ser acrescida pelo pagamento do Prêmio por Desempenho Fazendário, cujo valor máximo é de R$ 4.389,18.

VEJA O EDITAL

Os candidatos serão avaliados por meio de quatro provas. As três primeiras, a serem aplicadas no mesmo dia, serão compostas por questões de conhecimentos gerais e de conhecimentos específicos, além de questões discursivas – todas elas de caráter eliminatório e classificatório. A quarta prova, para avaliação de títulos, será aplicada aos aprovados na prova discursiva.

O concurso tem validade de um ano, podendo ser renovado por igual período. Dúvidas sobre o certame devem ser encaminhadas ao Serviço de Atendimento ao Candidato (SAC) da FCC, por meio do ‘Fale Conosco’, no site da empresa ou pelo telefone (11) 3723-4388, de segunda a sexta-feira (em dias úteis), das 10h às 16h.

Comments No Comments »

A Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) confirmou, na noite desta quarta-feira (13), a revogação do concurso público lançado em outubro de 2018. Conforme publicado no site da Alba, “o certame estava sob apreciação judicial, sem perspectiva de solução imediata, em virtude da suspensão determinada pela desembargadora Sílvia Zarif”.

Segundo informado pelo chefe da Procuradoria Jurídica da Assembleia, Graciliano Bonfim, “considerando que a indefinição resultante vinha gerando incertezas e questionamentos para a administração da Alba – bem como para os candidatos inscritos –, a revogação do concurso se impôs como a solução adequada para as partes envolvidas e o interesse público”.

A nota publicada do site da Alba indica ainda que a empresa contratada para a organização do certame, a Fundação Getúlio Vargas (FGV), fará a devolução da taxa de inscrição aos candidatos. O edital era destinado ao preenchimento de 123 vagas, em cargos efetivos de nível médio e superior, com salários que variavam de R$ 4.118,67 a R$ 4.872,61.

As oportunidades seriam para técnico legislativo nas áreas administrativa, agente de polícia legislativa (feminino e masculino) e odontologia; procurador e analista legislativo nas áreas de análise de sistemas/informática/tecnologia da informação, enfermagem, jornalismo/comunicação, medicina do trabalho, nutrição, redação e revisão legislativa e taquigrafia.

Comments No Comments »


Warning: readfile(../ga.txt): failed to open stream: No such file or directory in /home/correiodb/correio24horas.com.br/blogs/a-toda-prova/wp-content/themes/mandigo/footer.php on line 356